Notícias Geral

Parlamentares cobram projeto de revisão salarial dos servidores

As últimas discussões também colocaram em pauta a falta de pagamento do tíquete alimentação. Situação resultou em greve parcial no município

1.353

Por Silvia Goulart - ImppactMidia, fonte Câmara de Iúna
Publicado em 21/03/2018 às 20:02  •  atualizado há 1 dia

Os vereadores de Iúna aguardam, desde janeiro do ano passado, o projeto de revisão geral anual dos vencimentos dos servidores municipais. Até o momento, o Poder Executivo não enviou o documento para apreciação do Legislativo. Nas últimas sessões, os parlamentares também criticaram a falta de pagamento do tíquete alimentação (de R$ 125) aprovado há quatro meses, como alternativa proposta pelo Poder Executivo para melhorar a receita dos servidores públicos.

A situação vem gerando manifestações por parte dos servidores, que deflagraram greve no início de março e atualmente trabalham em regime parcial. De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos de Iúna e Irupi - Sindispii, a prefeitura emitiu uma nota pedindo para que voltem ao trabalho, alegando que vai pagar o tíquete a partir de abril.

Atualmente são 996 servidores prestando serviço ao município de Iúna, sendo 710 efetivos, 156 professores em regime de designação temporária (DT), 50 cuidadores e 53 servidores comissionados.

O que dizem os vereadores:

“Que a Prefeitura dê aos servidores o que é de direito deles”. Vereador Adriano Ornelas.

“Sabemos que todas as secretarias têm o custo de cada servidor, mas o prefeito não quer pagar. Dinheiro no orçamento tem. É querer brincar com a cara do servidor”. Vereador Paulo Henrique Leocádio da Silva.

“Sobre o depoimento do prefeito municipal dizendo que está com dificuldade para pagar o tíquete aos servidores, eu alerto: foi a própria administração que criou o projeto”. Vereador Darlan Barglini.

“Espero que o projeto do tíquete seja efetivado porque o servidor municipal merece. Mas temos que ajudar o servidor com responsabilidade”. Presidente da Câmara, Rogério César.

Fotos

Parlamentares cobram projeto de revisão salarial dos servidores

Servidores municipais acompanham as sessões ordinárias

https://camaraiuna.es.gov.br/noticia/2018/03/parlamentares-cobram-projeto-de-revisao-salarial-dos-servidores.html

Publicações relacionadas

70fotos

Galeria 23ª Sessão Ordinária de 2022 Galeria de fotos da Sessão Plenária há 5 dias  •  Notícias Geral

Noticia Câmara aprova adicional para motoristas da Saúde Com número legal de parlamentares, os vereadores aprovaram as matérias por unanimidade, com parecer favorável da Procuradoria e das comissões pertinentes. há 17 dias  •  Notícias Geral

72fotos

Galeria 22ª Sessão Ordinária de 2022 Galeria de fotos da Sessão Plenária há 18 dias  •  Notícias Geral

50fotos

Galeria 21ª Sessão Ordinária de 2022 Galeria de fotos da Sessão Plenária há 26 dias  •  Notícias Geral

Noticia Sessão Extraordinária aprova LDO e gratificação para Magistério A reunião foi convocada para aprovação de quatro matérias. Três projetos foram aprovados e um retirado da pauta de votação. há 31 dias  •  Notícias Geral

Noticia Vereadores aprovam diretrizes para oferta de educação em tempo integral em Iúna Com a presença de todos os parlamentares a sessão ainda aprovou requerimentos e indicações. há 31 dias  •  Notícias Geral

27fotos

Galeria 2ª Sessão Extraordinária de 2022 Galeria de fotos da Sessão Plenária há 1 mês  •  Notícias Geral

62fotos

Galeria 20ª Sessão Ordinária de 2022 Galeria de fotos da Sessão Plenária há 1 mês  •  Notícias Geral

Noticia Câmara de Iúna realiza 19ª Sessão Ordinária de 2022 Durante Sessão, vereadores homenagearam pessoas que se destacam por fomentar o desenvolvimento em diversos setores do município há 1 mês  •  Notícias Geral

75fotos

Galeria 19ª Sessão Ordinária de 2022 Galeria de fotos da Sessão Plenária há 1 mês  •  Notícias Geral

Aguarde, enviando dados!

clear

Este website utiliza cookies para reconhecer você e te entregar a melhor experiência possível. Clicando no botão ACEITAR ou continuar navegando, você declara estar ciente destas condições.

aceitarpolítica de privacidade