Câmara

Saúde: atendimento no hospital de Iúna em colapso

Vereadores analisam repasses de recursos para Santa Casa e sugerem suspensão de verbas caso serviços prestados não sejam normalizados.

701

Por Câmara Municipal
Publicado em 12/11/2013 às 12:55  •  atualizado há 28 dias

Apesar de receber recursos da municipalidade, do Estado e do Sistema Único de Saúde, que somados totalizam mais de R$ 4,2 milhões por ano, o hospital Santa Casa de Iúna é pauta de constantes reclamações de pacientes e usuários, que informam a precariedade dos atendimentos médicos e da falta de exames básicos, que deveriam ser oferecidos gratuitamente. As informações foram debatidas durante a sessão ordinária do dia 08 de novembro, pelos vereadores João Batista Ribeiro, José Marcos de Moraes, Rogério Cezar e Jonathan Bonfante.

Durante seu discurso, João Ribeiro relatou o atendimento recebido na Santa Casa. “Levei minha filha ao hospital e não tivemos o mínimo de atendimento. Voltamos pra casa sem o diagnóstico e a minha filha com dor. Não aguentei a situação, fui ao consultório particular e fiz o exame de ultrassom e hemograma, que constatou infecção. Como tive recursos, levei-a para Vitória, onde operou de apendicite. Meu desabafo é para os que não podem pagar por exames e consultas particulares. Ou a administração do hospital começa a funcionar ou vamos cessar a subvenção. É uma vergonha!”.

De acordo com o vereador José Marcos de Moraes na prestação de contas da Santa Casa tem lista de mais de 300 exames de ultrassom e outros, pagos pela administração pública.

“Quase R$ 500 mil foram repassados ao hospital pra realizar exames, que não sei pra onde está indo”, desabafou o vereador João Ribeiro.

“Acho que a gente tem que fiscalizar, está uma vergonha. Se a prestação de contas da Santa Casa mostra realização de exames por que agora não estão fazendo mais?”, analisou o vereador José Marcos.

Para o vereador Rogério Cezar, que faz parte da Comissão de Saúde da Câmara, o município não vem fiscalizando o repasse desses recursos, pois existem fiscais que desconhecem as cláusulas do contrato da Prefeitura com a Santa Casa.

“Isso serve de alerta para o município, para o chefe do executivo. Todo contrato tem fiscais. Teremos outros debates sobre isso na próxima sessão, na qual teremos mais informações”, reforçou o vereador Jonathan Bonfante.

 

Requerimentos

Diante das informações divulgadas durante seus discursos, os vereadores formalizaram requerimentos ao Poder Executivo, solicitando listagem dos nomes e funções dos envolvidos pela administração da Santa Casa, ofício com o valor do repasse do convênio do Governo do Estado com o hospital, além da presença do Secretário de Saúde de Iúna na Câmara para esclarecer a situação.

Fotos

Saúde: atendimento no hospital de Iúna em colapso

Saúde: Atendimento no hospital de Iúna em colapso

https://camaraiuna.es.gov.br/noticia/2013/11/saude-atendimento-no-hospital-de-iuna-em-colapso.html

Publicações relacionadas

Aguarde, enviando dados!

clear