Câmara

Vereadores analisam projeto de despesas do programa Mais Médico

Parlamentares reclamam dos erros apresentados nos projetos enviados pela administração municipal

1.004

Por Silvia Goulart - ImpacctMidia, fonte Câmara de Iúna
Publicado em 14/03/2014 às 15:22  •  atualizado há 6 horas

Na sessão do dia 07 de março, os vereadores de Iúna receberam e comentaram o projeto de Lei enviado pela Prefeitura Municipal para custear despesas de alimentação, transporte e moradia de dois médicos cubanos que chegarão ao município para atender nas unidades de saúde, conforme parâmetros do programa Mais Médicos, do Governo Federal. De acordo com os vereadores, em seus discursos, o projeto consta despesas altas, que poderiam ser investidas em profissionais da região.

“Esse modelo de projeto é inviável. Além de trazer médico de fora está ficando muito mais caro do que contratar um profissional direto. É um projeto mal feito e pode atrapalhar a vinda dos médicos que tanto precisamos”, comentou o vereador João Batista Ribeiro.

De acordo com o projeto, o auxílio alimentação, por exemplo, poderá custar entre R$ 500,00 e R$ 700,00 mensais, enquanto a moradia tem valores custeados entre R$ 500,00 e R$ 2.500,00, com aluguel. A ajuda de custo será paga ao profissional por meio de ressarcimento após comprovação do pagamento da despesa. Além disso, o município providenciará deslocamento dos médicos de casa ao local de trabalho.

“Precisamos resolver isso. Parece que Rio Claro e Príncipe terão atendimento médico em breve. Em Pequiá não encontra médico pra trabalhar lá. Em Laranja da Terra já temos uma médica do Provab atendendo pelas manhãs”, comentou o vereador João Elias Colombo Horsth.

Para o Presidente da Câmara, Paulo Henrique Leocádio da Silva, esse projeto, assim como outros que são enviados pelo Poder Executivo para a Câmara precisam ser mais bem elaborados e revisados, com termos e valores coerentes ao município. 

“A Casa de Leis está sempre aberta para ajudar na produção dos projetos. Temos dois procuradores de gabarito à disposição, que podem analisar os projetos que vêm da Prefeitura com antecedência e podem ser discutidos pra que erros como esse não ocorram. Peço que os responsáveis da administração nos procurem para discutirmos antes, pois é frequente o número de erros na legislação, o que faz com que os projetos sejam rejeitados, atrasando a votação pelos vereadores”, esclareceu o Presidente. 

Fotos

Vereadores analisam projeto de despesas do programa Mais Médico

Sessão ordinária

https://camaraiuna.es.gov.br/noticia/2014/03/vereadores-analisam-projeto-de-despesas-do-programa-mais-medico.html

Publicações relacionadas

Aguarde, enviando dados!

clear