Notícias - Geral

Emergência no transporte escolar: serviço suspenso e alunos da zona rural sem aulas

Vereadores relembram discursos nos quais alertaram a administração sobre o risco de suspensão do serviço de transporte. Com o contrato emergencial, só no primeiro semestre já foram gastos R$ 5 milhões

star532

Por Silvia Goulart - ImppactMidia, fonte Câmara de Iúna
Publicado em 30/07/2019 as 18:06  •  atualizado há 1 dia

Centenas de alunos de Iúna que residem distante das suas escolas estão sem ir à aula há duas semanas. O fato ocorreu devido aos atrasos nos processos de licitação e de contratação do transporte escolar no município, que se arrasta desde setembro de 2018. A administração justificou que houve falhas por parte do governo estadual e do Poder Legislativo, mas os parlamentares investigaram e informaram durante a sessão do dia 29 de julho que houve falha no planejamento da secretaria de Educação.

Desde o ano passado, os parlamentares de Iúna vêm alertando a gestão municipal sobre o processo de licitação e sobre os investimentos voltados para o transporte escolar: a Câmara inclusive aprovou, no mês de junho, um projeto de Lei do Poder Executivo que retirava R$ 600 mil do orçamento da área da Saúde, especificamente da Santa Casa, além de outros R$ 400 mil de secretarias de obras e de outros serviços, para custear o restante do pagamento do transporte escolar, estimado em R$ 1 milhão.

De acordo com o vereador Everaldo Pereira Sales, o processo de licitação para contratação do transporte escolar está sendo falado desde o final do ano passado.

“O prazo foi vencendo e o contrato não foi renovado... não deu tempo de licitar, passou o prazo e teve que fazer um contrato emergencial. Foi um erro da secretaria de Educação! Depois, neste ano, foi feito um contrato emergencial de seis meses, e o contrato emergencial venceu... o problema não surgiu agora. Queremos que isso seja resolvido o mais rápido possível”, analisou o vereador Everaldo Pereira Sales.

“Nossas crianças estão sem ir à escola, principalmente as da zona rural”, alertou a vereadora Maria Miguelina.

Valores gastos já superam R$ 5 milhões

Além dos alunos da zona rural estarem sem aulas, os contratos emergenciais geraram gastos maiores para a administração pública. Segundo o vereador Darlan, neste último semestre já foram gastos R$ 5 milhões.

“Todo esse caos que está acontecendo na nossa cidade já era esperado. Muitos colegas vereadores alertaram. O prefeito disse no início de mandato que faria uma economia considerável no transporte escolar. Em 2018 foram gastos quase R$ 7 milhões, mas quando chegou em 2019, só neste primeiro semestre gastou mais de R$ 5 milhões como contrato emergencial. Sabíamos que R$ 7milhões não daria para custear o serviço”, avaliou o vereador  Darlan Silva Barglini.

“Essa era uma preocupação de todos, porque não existe economia com contratos emergenciais”, reforçou o vereador Rogério César.

O vereador Júlio Maria Oliveira comentou ainda que há a possibilidade de redução de rotas do transporte escolar para reduzir custos. “Essa situação é muito preocupante. Já ouvi dizer que esse planejamento vai reduzir o número de rotas para transportar os alunos, o que vai gerar indignação entre os pais e responsáveis dos estudantes”, analisou.

Uma nova licitação para contratação de serviços de transporte escolar por parte da Prefeitura Municipal está agendada para o  dia 30 de julho.

Fotos

Emergência no transporte escolar: serviço suspenso e alunos da zona rural sem aulas

Transporte escolar suspenso no município de Iúna

https://w3go.me/cbjL4

Publicações relacionadas

Homenagens na Câmara

Noticia Homenagens na Câmara Profissionais da saúde e evangelizadores são reconhecidos em evento na Casa de Leis há 19 dias  •  Notícias - Geral

Homenagens na Câmara

Noticia Saúde: serviços de exames laboratoriais suspensos Vereadores investigaram e, desde maio, não há realização de exames no município devido à falta de verbas para a Saúde há 20 dias  •  Notícias - Geral

Homenagens na Câmara

Noticia Mais áreas de lazer e esportes: vereadores solicitam reformas nos campos “Bom de Bola” Grades retorcidas e lixo nos espaços dos bairros Nossa Senhora da Penha (Pito) e Guanabara há 23 dias  •  Notícias - Geral

Homenagens na Câmara

Noticia Parlamentares convidam população para participar das análises dos projetos A participação da população é importante para ampliar o diálogo e a divulgação de informações oficiais sobre as ações do Legislativo e do Executivo há 24 dias  •  Notícias - Geral

Homenagens na Câmara

Noticia Emergência no transporte escolar: serviço suspenso e alunos da zona rural sem aulas Vereadores relembram discursos nos quais alertaram a administração sobre o risco de suspensão do serviço de transporte. Com o contrato emergencial, só no primeiro semestre já foram gastos R$ 5 milhões há 26 dias  •  Notícias - Geral

Homenagens na Câmara

Noticia Orçamento municipal de 2019 é encaminhado ao Poder Judiciário Parlamentares questionam ação do poder Executivo, que vetou e encaminhou ao Judiciário as emendas sugeridas pelos vereadores e que tratam de obras e melhorias para as comunidades há 1 mês  •  Notícias - Geral

Homenagens na Câmara

Noticia Projeto do Executivo que reduz orçamento da Saúde para custear transporte escolar recebe críticas dos parlamentares Em sessão extraordinária, os vereadores aprovaram o projeto que autoriza o Executivo a abrir crédito adicional suplementar de R$ 1 milhão na Educação, mas criticaram falta de planejamento há 1 mês  •  Notícias - Geral

Homenagens na Câmara

Noticia Quilombo: novas ruas nomeadas Duas vias públicas do bairro Quilombo receberam suas devidas denominações há 1 mês  •  Notícias - Geral

Homenagens na Câmara

Noticia Obras nos calçamentos, limpeza das ruas e manutenção de estradas rurais estão na pauta de demandas urgentes dos vereador Parlamentares afirmam que não têm retorno da administração municipal sobre a execução dos requerimentos e das indicações de serviços enviadas para beneficiar a população há 1 mês  •  Notícias - Geral

Homenagens na Câmara

Noticia Vereador Júlio Maria Oliveira se afasta da Câmara por 30 dias Durante o período, o procurador da Casa de Leis Marco Antônio Sonsim, ocupou o cargo, uma vez que é o suplente do parlamentar há 1 mês  •  Notícias - Geral

Aguarde, enviando dados!

clear