Notícias - Geral

Vereadores denunciam ao Ministério Público processo de licitação do transporte escolar

Possível “sabotagem” em edital para licitação de transporte escolar foi o foco da ação junto ao MP

star1.115

Por Silvia Goulart - ImppactMidia, fonte Câmara de Iúna
Publicado em 26/08/2019 as 18:02  •  atualizado há 11 horas

Há quatro semanas os estudantes de Iúna estão sem ir à escola por falta de transporte. O serviço foi suspenso em julho, após a finalização do contrato emergencial com a prestadora do serviço. Após diversas tentativas por parte da Prefeitura Municipal de fazer uma nova licitação, denúncias surgiram por parte dos vereadores, que solicitaram apurações junto ao Ministério Público e às procuradorias do município para identificar possíveis irregularidades no processo. Vereadores calculam que mais de R$ 8 milhões deverão ser gastos este ano em contratos emergenciais.

“Essa situação está vergonhosa e inadmissível. Quem vai se responsabilizar pelo ensino aos alunos, pelo tempo que estão perdendo? É esse dano que nos preocupa. E essa responsabilidade é do prefeito municipal. É preciso assumir o erro. E não adianta jogar a culpa nas empresas, nos vereadores, e no secretário... a responsabilidade é do prefeito”, analisou o vereador Adriano Salviete.

Licitação “sabotada”

Durante a sessão do dia 08 de agosto, o vereador Everaldo Pereira Sales afirmou em seu discurso que o edital da licitação realizada no dia 18 de julho havia sido “sabotado”.

“Eu acho que houve atraso, demora, foco e falta de correr atrás no tempo certo para a licitação. A licitação que foi marcada para o dia 18 de julho, na verdade foi sabotada. Foi feito um edital e descobriram que alguém mexeu em uma letra do edital para que outras empresas não conseguissem concorrer à licitação. Teve que marcar a licitação de novo, para o dia 30, que foi no Ginásio de Esportes. Duas empresas foram para a licitação, e as duas do mesmo dono. O que isso ia dar? A empresa AG Turismo apresentou um balanço que ela estaria “quebrada”. E isso foi intencional, porque não acredito que os profissionais da empresa apresentariam um balanço falido e depois falar que foi erro do contador, que a intenção era obrigar o prefeito a fazer um contrato emergencial de seis meses por um valor relativo a um ano, que foi tudo planejado para a empresa ser inabilitada. Espero que esse processo seja resolvido com transparência e que realmente o transporte escolar não seja mais uma fonte de corrupção e desmando, de indicações políticas”, afirmou o vereador Everaldo Pereira Sales.

“Trinta meses se passaram para agora falarem que existe corrupção no serviço de transporte escolar... Se existe corrupção, a gestão atual está participando dela, ou agora, por algum motivo, querem acabar com a licitação?”, questionou o vereador Darlan Barglini.

Já na sessão do dia 19 de agosto, após apurar informações sobre o edital do processo de licitação, o vereador Paulo Henrique Leocádio da Silva afirmou que houve um erro grave no edital.

“Sobre a denúncia de possível sabotagem, fui investigar e descobri que não houve sabotagem, mas sim um erro cometido pela administração municipal, uma incompetência da administração porque solicitaram no edital que houvesse seguro total de todos os veículos, e isso impediu que as empresas pudessem participar. Isso começou com o prefeito, que decretou que não prorrogassem os contratos”, informou o parlamentar.

Denúncia ao MP

Diante das análises apresentadas pelo vereador Everaldo Sales, os vereadores Júlio Oliveira e Rogério César solicitaram que a Câmara encaminhasse a denúncia ao Ministério Público e que também solicitasse à prefeitura informações sobre o motivo pelo qual foi prorrogado o prazo do edital de licitação do dia 18 para o dia 30 de julho.

“Sabotar o edital é crime. O prefeito tem que apurar para saber quem alterou o edital, tem que abrir um procedimento. Vamos acionar o Ministério Público para apurar essa denúncia, principalmente se foi para beneficiar alguém”, sugeriu o vereador Júlio Oliveira.

“Esse é um problema administrativo, da Prefeitura de Iúna. Nós, vereadores, estamos para apoiar no que for preciso para esse problema acabar, mas nesse momento só depende da gestão. E nós não temos informação de nada, como podemos ajudar?”, disse o vereador Rogério César.

Fotos

Vereadores denunciam ao Ministério Público processo de licitação do transporte escolar

Processo de licitação de transporte escolar é investigado

https://w3go.me/cbjNz

Publicações relacionadas

Alunos ainda estão sem transporte escolar em Iúna

Noticia Sem planejamento para nova contratação, serviço de transporte escolar volta a preocupar os parlamentares de Iúna Vereadores afirmam que ainda não há andamento do processo de contratação do serviço para o ano letivo de 2020 e solicitam reunião com gestores responsáveis há 1 mês  •  Notícias - Geral

Alunos ainda estão sem transporte escolar em Iúna

Noticia Parlamentares fiscalizarão pátio de veículos da administração municipal Ação visa realizar um levantamento no número da frota de veículos públicos, assim como avaliar a situação de funcionamento de cada automóvel, van, ônibus, caminhão e trator há 1 mês  •  Notícias - Geral

Alunos ainda estão sem transporte escolar em Iúna

Noticia Aprovado bônus assiduidade para professores municipais de Iúna Vereadores também inseriram emenda ao Projeto de Lei Complementar que modifica o Estatuto e o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos Profissionais da Educação e concede bônus aos professores há 1 mês  •  Notícias - Geral

Alunos ainda estão sem transporte escolar em Iúna

Noticia Saúde: campanha busca imunizar mais de 9 milhões de jovens contra o sarampo Foco da 2ª fase da campanha, que vai até o dia 30 de novembro, é a população com idade entre 20 e 29 anos há 1 mês  •  Notícias - Geral

Alunos ainda estão sem transporte escolar em Iúna

Noticia Por dentro do Legislativo: estudantes do Ensino Fundamental em visita à Câmara Projeto pedagógico da Escola Dr. Nagem Abikahir desenvolve atividades para aproximar os jovens dos assuntos políticos, sociais e econômicos da região onde vivem há 2 meses  •  Notícias - Geral

Alunos ainda estão sem transporte escolar em Iúna

Noticia Noite de homenagens: parlamentares entregam títulos de Cidadão Iunense a 13 personalidades Durante a Sessão Solene também foram entregues os títulos de Cidadão Iunense Ausente e de Comenda Parlamentar do Rio Pardo a outros cidadãos que se destacam em suas áreas de atuação há 2 meses  •  Notícias - Geral

Alunos ainda estão sem transporte escolar em Iúna

Noticia Recursos de R$ 290 mil para festa em comemoração ao aniversário de emancipação de Iúna são aprovados Projeto gerou discussões na Câmara. De acordo com o documento do Poder Executivo, os valores se originam dos recursos dos royalties do petróleo há 3 meses  •  Notícias - Geral

Alunos ainda estão sem transporte escolar em Iúna

Noticia Vereadores analisam situação sobre a volta do serviço de transporte escolar Durante reunião na Câmara, os parlamentares solicitaram ao secretário de Educação informações sobre a reposição das aulas perdidas pelos estudantes no período da interrupção do serviço no município há 3 meses  •  Notícias - Geral

Alunos ainda estão sem transporte escolar em Iúna

Noticia Casa de Apoio: parlamentares reforçam solicitação de conserto de muro De acordo com os vereadores, o muro caiu e ainda corre risco de desabamento há 3 meses  •  Notícias - Geral

Alunos ainda estão sem transporte escolar em Iúna

Noticia Segurança pública: vereadores solicitam finalização da reforma da delegacia de Iúna Falta de serviço de guincho e de um pátio credenciado para veículos apreendidos no município também estiveram na pauta de discussões há 3 meses  •  Notícias - Geral

Aguarde, enviando dados!

clear